Sejam bem-vindos ao LuanDaily.com.br, sua principal fonte de informações sobre o cantor Luan Santana



Luan Santana é mais um artista que vai fazer uma live em tempo de quarentena pelo coronavírus, mas o cantor já adianta que não pensa em nada grandioso. Ele e mais alguém no violão. Sim, a transmissão vai ser mais intimista para delírio dos fãs e de duas amigas muito especiais que fizeram a maior campanha para a transmissão ao vivo: Marília Mendonça e Maísa.

Enquanto seleciona o repertório, Luan se mantém em casa por conta do isolamento social e revela que está se preparando para voltar a estudar: “Vou fazer administração à distância, já fiz inscrição e tudo”.

Luan, nesse momento em que o mercado da música está todo parado, você acredita que as lives podem se consolidar como um mercado interessante? De que forma?

É histórico que, nas épocas de crises e guerras , a humanidade desenvolveu grandes eventos, descobertas, pesquisas e estratégias. A Live já está se consolidando como um meio de engajamento solidário e isso tem sido uma benção. Se depois que tudo isso passar, com fé em Deus, ela virar mais uma ferramenta de trabalho, isso o futuro dirá. Mas há indícios … De que forma? Da mesma que tem sido feita agora, as empresas estão colaborando para ajudar as pessoas, arrecadando e oferecendo produtos para enviar aos que têm sido atingidos com a crise causada pelo COVID19.

Como os músicos podem fazer que para as lives se tornem também uma forma de trazer algum dinheiro nesse momento em que muitos estão deixando de pagar suas contas por não terem mais shows?

Ninguém está pensando nisso como compensação de ausência de shows. Como eu disse, todos estão fazendo as lives como ação solidária.

Questionado sobre se concorda com o confinamento e distanciamento social ou se a favor de que as pessoas voltem ao trabalho, Luan disparou: FIQUE EM CASA! VAMOS COLABORAR NO COMBATE!

Como tem sido sua rotina nos últimos dias?

Tenho aproveitado o tempo em casa para curtir os meus pais, minha irmã e minha noiva. Assistindo e analisando todo o material do meu novo projeto, que gravei em dezembro no meu sítio no Paraná, fiz um registro em casa, no meu refúgio, em meados de dezembro, quando nem sonhava com tudo isso… Jesus!

Como será sua live? Quantos músicos devem participar?

Eu e mais alguém no violão, estou pensando… Serão 52 músicas, sendo a maioria músicas mais antigas, atendendo pedidos dos fãs e das amigas Marília Mendonça e Maísa, que fizeram campanha.

Facebook
Twitter