Sejam bem-vindos ao LuanDaily.com.br, sua principal fonte de informações sobre o cantor Luan Santana



Em meio a uma leva de artistas que precisam lidar com o estrelato efêmero do sertanejo universitário, Luan Santana segue embalado por uma maré de sucesso. Em vez de acompanhar o cardume de hits parecidos e vozes confundíveis, ele diz que procura o próprio caminho — não quer ser só mais um na multidão. O resultado não poderia ser outro, senão a carreira sólida.

O Luan é ligado em tudo, dentro e fora do palco, e isso é algo que poucos sabem. Ele é extremamente profissional e dedicado na carreira. Em cada detalhe profissional existe 100% dele. Talvez seja essa a fórmula: a dedicação do artista e uma equipe envolvida. Comenta Sérgio Bianchini, empresário do cantor.

Aos 23 anos e nascido em Campo Grande (MS), Luan Santana movimenta milhões com shows, venda de discos, publicidade e produtos licenciados. Com uma média de 25 apresentações por mês, já passou por todas as regiões do país.

Na madrugada de quinta, fez participação especial no show de Fernando & Sorocaba no Wood’s, em Balneário Camboriú, sexta-feira tocou em Camboriú e sábado em Florianópolis e  também em Laguna.

Na entrevista a seguir, Luan fala sobre o segredo de tanto sucesso e os planos para 2015. Confira:

No Brasil, há vários talentos do sertanejo universitário – alguns com status meteórico, mas que logo somem das paradas. Você tem fãs que continuam lotando shows, comprando discos e sabendo de cor todas as músicas. Qual é o segredo para manter esse sucesso?

LS – Sempre busco trazer novidade, não gosto do “mesmo”. Me incomoda aquilo que é igual, acredito que o diferente sempre se destaca e meu público vem aprovando isso, graças a Deus. Tudo o que é feito com amor e dedicação já tem meio caminho andado e só tenho a agradecer por tudo o que tem me acontecido até aqui.

Recentemente você fez uma parceria musical com o cantor Enrique Iglesias na canção e no videoclipe de Bailando. De onde surgiu a ideia e como você sente o carinho do público fora do Brasil?

LS – O convite partiu da gravadora dele, a Universal Music. Fiquei muito feliz. Bailando é uma música que ganhou versões em várias línguas, e o Enrique já conhecia meu trabalho por meio de amigos que moravam em Miami. É uma honra saber que o seu trabalho está sendo reconhecido lá fora a ponto de chegar tão longe e parar em um cara tão reconhecido como o Enrique Iglesias.

A canção Cê Topa ficou em primeiro lugar na lista das mais tocadas no Brasil em 2014. Por que as pessoas se identificam tanto com a letra?

LS – Acho bacana a pergunta, porque por trás do ritmo dançante existe uma proposta interessante. Cê Topa fala de um amor que surge da amizade e mais do que isso, dos planos de construir uma família… São dois filhos e um cachorro. Todo ser humano no fundo deseja isso. Esta música me surpreendeu, o Brasil a abraçou.

O ano que passou foi cheio de conquistas na sua carreira. Quais são os planos para 2015?

LS – Acabei de gravar um DVD acústico e foi incrível. Foi meu primeiro projeto intimista, apenas para mil convidados. Uma das experiências mais especiais da minha vida. Não consegui dormir nesse dia, de tão emocionado que fiquei. Não vejo a hora de ver o trabalho pronto e nas lojas. Vai ser um ano de muito trabalho.

 

Facebook
Twitter