Mostrando posts em "Entrevistas"

05
abr

Em seu quarto DVD da carreira, “Luan Santana Acústico”, que será lançado em 22 de abril, o fenômeno sertanejo de apenas 24 anos provoca uma verdadeira catarse coletiva entre mulheres — e homens — de distintas idades. Na estrada há oito anos, o sul-mato-grossense que ganhou o primeiro violão aos 3 anos de idade e “rezava todo dia” quando criança para namorar a cantora Sandy, fala da realização profissional, da relação com as fãs e confessa que adoraria viver um grande papel na TV:

Luan Santana apresenta nova turnê

 Com certeza absoluta cheguei aonde queria. Tudo que vier agora é além do que eu sonhava. Na verdade, o que vivo hoje já é mais do que esperava. Eu só agradeço. Não peço mais nada. Se morrer amanhã, estou feliz.

O cantor, que trouxe referências de Elvis Presley, Beatles e Coldplay para o novo trabalho, agradeceria mais ainda se a carreira bombasse em outros idiomas. E dobraria as preces se ela migrasse para outros palcos, como a TV:

Seria muito legal atuar. Fiz participação em “Malhação” (2011 e 2014), “Morde e assopra” (2011) e “Cheias de charme” (2012). Como apresentador, eu tiraria de letra. Já para atuar eu precisaria estudar antes.

A Canal Extra acompanhou o show de lançamento da turnê do DVD no último fim de semana, em São Paulo — e que se despede do Rio neste domingo. O cenário era o seguinte: com apresentação marcada para às 19h, meia hora antes já havia adolescentes roendo unha, crianças chorando e pais “cantando” o segurança em troca de uma pulseira que dá acesso ao camarim do moço. Sete em ponto, a casa lotada gritava histérica o nome de Luan, como se ele estivesse atrasado por mais de duas horas.

O primeiro show que vi dele foi em 2012. Virei fã e criei o fã-clube Leoas do Luan (um dos mais de 3,5 mil espalhados pelo Brasil) — diz a estudante Ana Paula Rodrigues, de 13 anos, que não sabia se sentava, chorava ou gritava. A mãe dela, Ivonete Rodrigues, contabilizava o sétimo show a que assistia com a filha, mas ainda arregalava o olho cada vez que a moça pulava. “Faz parte, é coisa da idade”, justificava.

Ao enxergar a família Santana em um camarote, a meninada formou fila para tirar foto com “os sogros” Amarildo, de 50 anos, Marizete, de 43, e com “a cunhada” Bruna, de 21.

 Luan tem as fãs mais fiéis do Brasil. Elas são as responsáveis pelo seu sucesso — afirma o pai, de olho em cada movimento do primogênito: — Não temos medo que algo lhe aconteça, porque elas o protegem.

Luan, que só no Facebook tem 14 milhões de fãs, ameniza as extravagâncias sem limites que seus seguidores cometem para chegar perto dele:

Fico super emocionado toda vez que recebo demonstração de carinho, desde que não ponham em risco a saúde. Às vezes fico preocupado quando acampam na semana do show, passando fome, frio, deixando de fazer as coisas. Isso me assusta um pouco. Acho que não precisa tanto.

Solteiro, o cantor nunca escondeu que se relaciona com fãs. Escaldado, porém, explica que toma cuidado para que ninguém fantasie que uma única noite garante o título de senhora Santana e nem que alguém passe a persegui-lo.

 Acho que nesses oito anos aprendi a me reservar. Sei aonde ir — diz ele, que sonha casar: — Quando assumir um romance sério, vou querer casar. Mas está muito cedo. Só com 30 anos.

Ter corpinho mignon é uma das armas para cair nas graças de Luan, que sustentou, por muito tempo, uma paixão platônica.

 O que me chama atenção é mulher magrinha e com curva. Não precisa ser muito forte, mas menininha, natural. Como Sandy. Sonhava com ela. Rezava para namorar a Sandy. É linda demais. Quando começou a namorar o Lucas (Lima, seu marido), foi a pior tristeza da minha vida — brinca o cantor, que deu o primeiro beijo aos 14 anos: — Estava fazendo um trabalho de escola, um cartaz. A gente levantou e foi para uma despensa. Coloquei a mão numa prateleira onde tinha polvilho, arroz… Estranho, né? — lembra, rindo.

Fofa que é, Sandy, é claro, retribuiu o carinho do fã famoso:

Ser admirada por quem a gente admira é incrível. Eu fico honrada. Quero deixar um beijo grande e agradecer.

O romantismo não fica só nas canções, pontua Luan, que jura ser o príncipe que toda menina sonha. Ele gosta de cozinhar, se tornou especialista em carne-seca com abóbora e faz churrasco melhor que qualquer gaúcho, além de abrir a porta do carro e mandar flores.

Tive minha primeira namoradinha com 15 anos. Carla! Estava na casa dela e lembrei que a gente estava fazendo um ano juntos. Comecei a escrever uma música no celular. À noite, teve um churrasco com a família. Pedi atenção a todos, toquei a canção e tirei uma aliança do bolso, dessas de prata, de compromisso. Ela chorou pra caramba. “Sempre com você” está no meu primeiro DVD — conta o rapaz que, muito seguro do seu taco, nem liga de explanar seus defeitos: — Sou muito ansioso e desligado, esqueço aniversário… Isso magoa as pessoas.

O pai, Amarildo, confessa que a preocupação em relação à futura nora existe.

Não vou mentir. Nos preocupamos, sim, com a escolhida. Afinal, ainda somos do tempo que casamento tem que ser eterno — explica ele, que acredita ter registrado o primogênito na região errada: — Ele nasceu no Mato Grosso do Sul, mas deveria ser mineiro, porque faz tudo bem quietinho.

O sucesso de Luan se estende também ao público masculino, mas o cantor diz que tudo acontece dentro do limite. Nem sempre, porém, ele levou com tranquilidade os questionamentos em relação a sua sexualidade:

No começo eu ficava muito chateado. Pesquisava meu nome no Google para saber de tudo, e quando via esse tipo de notícia, eu ficava mal. É ruim, mas com o tempo a gente se acostuma. O público vai vendo o que é verdade e mentira. Hoje em dia não procuro mais nada.

04
abr

A revista norte americana Acontece Magazine, trouxe Luan Santana como capa da edição do mês de Abril. Na matéria, o repórter Connie Rocha, aborda o sertanejo sobre projetos futuros, sonhos, vida pessoal, e o sucesso estrondoso que arrasta multidões em todo Brasil. Veja a matéria abaixo:

A vida de sucesso do jovem sertanejo

 

AM: Fale um pouco dos projetos da sua carreira para esse ano. Planos de uma turnê internacional?
Neste ano vou lançar meu DVD acústico, que gravei em São Paulo em dezembro do ano passado. Turnê internacional temos algumas em mente, mas nada definido.
 
AM: Você gosta muito de Miami e já esteve por aqui vária vezes. O que mais gosta na cidade? Quais seus lugares preferidos?
Amo viajar. É uma experiência incrível poder conhecer novas culturas. Eu amo a noite de Miami, e o dia também, para poder curtir praia. Tenho alguns lugares que curto como o Miami Seaquarium, Zoo Miami, o Malins Park… Outra opção ótima é pegar o carro e ir ao The Cheesecake Factory. Não abro mão.
 
AM: Que você admira na música internacional? Você tem um ídolo?
Na música internacional eu tenho grande admiração pelo Bruno Mars.
 
AM: A sua carreira reflete muita na geração de empregos, e você gosta de ajudar os mais necessitados. Isso é uma coisa que você aprendeu desde cedo, com a família?
Ajudar ao próximo é algo que me faz bem. Não só pessoas, como também animais.
 
AM: Você é jovem e já realizou muitos sonhos na vida. Ainda tem muitos sonhos pela frente?
Tinha três sonhos: de conhecer Zezé Di Camargo e Luciano e cantar com eles, de conhecer o Rei Roberto e cantar com ele. Graças a Deus, já realizei esses dois grandes sonhos. Eu tenho o sonho de consumo de um iate. Quem sabe um dia eu consigo.
 
AM: O que você diria para jovens que também sonham com uma carreira de sucesso na música?
Nunca desista. Persista!
 
AM: Você está sempre de visual novo. Você mesmo se produz?
Eu adoro mudar. Sempre procuro novas tendências, novos jeitos. Quem cuida de mim é a Silvana Gurgel.
 
AM: A mídia está sempre buscando a “namorada do Luan Santana”. Ela existe? Como está o coração?
Verdade isso (risos)… Eu estou solteríssimo. Feliz da vida!
 
AM: Com quem você gostaria de gravar no mercado internacional?
Acredito que com o Bruno Mars. É um grande cara. Eu já gravei com o Enrique Iglesias, e foi maravilhosa a experiência que tivemos em Cuba.
 
AM: Você já morou ou moraria fora do Brasil? No Estados Unidos, por exemplo?
Nunca morei. Hoje estou muito focado na minha carreira no Brasil.
 
AM: Você já ganhou muitos prêmios e é considerado um dos jovens artistas mais bem sucedidos do Brasil. Como lida com toda essa fama?
Fico feliz. Agradeço a Deus, minhas fãs, minha equipe e minha família. Eles são minha base.

Aparições > 2015 > Inicio > Scanners > Revistas > ABRIL 2015 @ Acontece Magazine

Acesse a revista a href=”http://bit.ly/acontecemagazine”>clicando aqui

28
mar

Na noite desta sexta-feira (27), Luan Santana lotou o  Citibank Hall, em São Paulo, para o lançamento de seu DVD acústico.

Com uma produção inspirada na cultura pop dos anos 50 e 60, o cantor sertanejo apareceu mais maduro no palco. Como sempre, atencioso com os fãs, Luan acenou para eles e durante seu show aceitou um presente, um urso de pelúcia, com o qual cantou um de seus sucessos.

No repertório do show, Luan apresenta 20 canções, sendo dez inéditas. Entre elas estão “Escreve Aí”, “A Gente Dá Certo”, “Eu Não Merecia Isso”, “Morena”, “Conto de Fadas”, além, é claro, seus hits “Meteoro”, “Te Vivo” e “Tudo que Você Quiser” e ainda realizará um pot-pourri com a clássica música de Elvis, “Suspicious Minds”.

Em recente conversa com a reportagem de QUEM, o cantor falou sobre a produção de seu show.

Desde que a gente decide que vai gravar um DVD, eu sempre participo de tudo. A gente foi pra Las Vegas, tem muito da cidade nesse cenário. Conhecemos um pouco sobre Elvis Presley. Todas as ideias vieram de mim também. Até pra levar esse show pra estrada eu participo das montagens, da estrutura.

Como é um DVD acústico e eu sou muito fã do Justin Timberlake, eu queria uma coisa parecida com ele. O primeiro bloco é mais Elvis e o segundo look é mais Justin, com a gravatinha.

Sobre esse ser seu primeiro trabalho acústico, Luan disse estar ansioso. Apesar da temática, o show ainda conta com telões de led e até uma estrutura que sobrevoará a plateia.

Eu fiquei com um pouco de receio de achar tudo muito diferente do que eu estava acostumado. Sempre fiz turnês grandiosas, com muita gente. Esse DVD é uma coisa que eu nunca fiz, é mais intimista, o público está mais próximo. Não tive medo, é mais um tipo de curiosidade. Os meus fãs estão comigo do mesmo jeito. A grandiosidade está ali também, no cenário e na tecnologia.

Em entrevista também ao UOL, Luan Santana falou sobre a influência dos Beatles e do Elvis na música atual e revelou com quem gostaria de realizar um dueto.

Eles influenciaram todos os artistas que surgiram depois. A música era totalmente diferente antes dos Beatles e do Elvis. É por isso que eles são lendas, disse o cantor

Se eu pudesse fazer um dueto com qualquer pessoa, viva ou morta, eu escolheria o Elvis, disse Luan, que tem em seu iPod quase todas as músicas da fase romântica do Rei do Rock.

20
mar

Sábado (21) o cantor Luan Santana participará de dois shows em Minas Gerais. A primeira apresentação será em Belo Horizonte na 4ª edição do Arena Pop BH e a segunda apresentação da noite acontecerá na cidade de Sete Lagoas no Sertão Festival.

Confira a entrevista que ele concedeu ao Portal Folia.

Folia: No dia 21 de março você tem dois shows em Minas Gerais, o primeiro em Belo Horizonte no Arena POP BH, e o segundo em Sete Lagoas, no Sertão Festival – Edição Sete Lagoas. Como você se prepara para aguentar essa maratona?

Luan: A minha rotina é muito intensa, mas arrumo um tempinho para fazer academia. Isso me dá um melhor condicionamento físico pra maratona diária de shows. Faço aquecimento vocal a caminho dos shows e já chego pronto para cantar.

F: Qual a logística que a sua produção monta para conseguir realizar mais de uma apresentação no mesmo dia?

L: Eu utilizo um jatinho. Muitos acham que é luxo, mas não é. É uma necessidade dos artistas. Isso faz com que eu ganhe mais tempo e consiga me apresentar em dois lugares na mesma noite.

F: O público mineiro sempre te recebe de maneira muito calorosa. Como é cantar em Minas Gerais?

L: Ah, eu amo Minas Gerais. Cantar em Minas Gerais é tudo de bom. Ver o mineiro, aquele sotaque gostoso demais, me encanta. O melhor são os presentes típicos desse estado que amo demais. Sempre vivo bons momentos nas terras mineiras.

F: Qual o balanço que você faz do último ano?

L: O último ano foi muito especial pra mim. Lancei músicas que ficaram no topo das paradas, ganhei prêmios importantes e gravei em dezembro passado, o DVD “Acústico”, um projeto especial demais pra mim. O resultado chega às principais casas de shows do país inteiro, a partir de Abril. A estreia será em São Paulo nos dias 27, 28 e 29 de março, no Citibank Hall.

F: O seu novo DVD será lançado este ano. Qual o diferencial desse projeto para os seus trabalhos anteriores?

L: É um projeto acústico, tinha que ser acústico. São oito anos de carreira, era o momento de fazer o acústico, as pessoas esperavam isso de mim. A segurança que eu sinto hoje, nunca senti antes na minha carreira, componho muito mais. Acredito mais nas coisas que produzo. Tenho uma ideia e defendo ela até o fim. O visual mudou. Tudo somou. O cenário, o jeito que os fãs estão vestidos.

F: Como você faz a seleção das músicas que serão gravadas em seus CDs e DVDs?

L: Tudo é feito com parceiros, eu também levo muito em consideração a opinião da minha equipe, do meu maestro. Recebo muita moda de amigos compositores e também estou compondo muita música.

F: Além do lançamento do DVD, quais são os seus projetos para 2015?

L: Para este ano o lançamento do DVD Acústico é a minha prioridade. Vamos trabalhar na divulgação desse trabalho.

F: Nos shows em Minas Gerais, você apresentará alguma novidade para o público mineiro? O que os mineiros podem esperar dessas apresentações?

L: O show ainda é o da turnê passada, novidades serão inseridas depois do lançamento do DVD. Mas o show será com a mesclagem de alguns hits e músicas novas. Vai ser um show pra cima e com muito romantismo também. Sete Lagoas e Belo Horizonte se preparem que o Luan está chegando.

18
fev

Após sair no trio de Claudia Leitte, Luan Santana visitou o estúdio SBT Folia em Salvador. Ao lado de Celso Portiolli, Lívia Andrade e Léo Sampaio, o cantor falou sobre como é curtir a folia baiana e a sensação de cantar no Cicuito Barra-Ondina.

Veja fotos:

Inicio > Aparições > 2015 > 16.02 # Carnaval no Bloco Largadinho

15
fev

Foi exibido ontem (14) na TV Integração na região do Triângulo Mineiro a entrevista de Luan Santana para o programa Carona. A apresentadora Cecília Ribeiro conversou com Luan sobre o estilo “sofrência” que está invadido o sertanejo. Além disso, Luan falou sobre a experiência de gravar um DVD acústico.

Veja a seguir:


15
fev

Bruna Santana, irmã de Luan Santana curtiu o carnaval no camarote QUEM na Marquês da Sapucaí. Em entrevista para a Revista QUEM, a loira afirmou que sonha em desfilar no carnaval e que não se intimidaria em ousar no look. Questionada pela repórter Giuliana Campo se o irmão é ciumento, Bruna declarou:

“Ele não era não, mas agora está ficando”.

Veja a entrevista abaixo:

13
fev

Neste sábado (14) de carnaval, será televisionado na Globo do Triângulo Mineiro, uma entrevista exclusiva com Luan Santana nos bastidores do seu show em Juiz De Fora – MG no último dia 06.

Além disso, a apresentadora Cecília Ribeiro conversou com a dupla João Bosco e Vinicius sobre a palavra do ano: sofrência. Falou também, com Cristiano Araújo sobre a escolha de músicas sofridas para o repertório. O cantor contou ainda as novidades na carreira para depois do carnaval.

O programa será exibido no Triângulo Mineiro pela TV Integração às 11h45. Se você não está situado na região que será televisionado, não se preocupe, pois a entrevista será publicada aqui no Luan Daily!

11
jan

Em meio a uma leva de artistas que precisam lidar com o estrelato efêmero do sertanejo universitário, Luan Santana segue embalado por uma maré de sucesso. Em vez de acompanhar o cardume de hits parecidos e vozes confundíveis, ele diz que procura o próprio caminho — não quer ser só mais um na multidão. O resultado não poderia ser outro, senão a carreira sólida.

O Luan é ligado em tudo, dentro e fora do palco, e isso é algo que poucos sabem. Ele é extremamente profissional e dedicado na carreira. Em cada detalhe profissional existe 100% dele. Talvez seja essa a fórmula: a dedicação do artista e uma equipe envolvida. Comenta Sérgio Bianchini, empresário do cantor.

Aos 23 anos e nascido em Campo Grande (MS), Luan Santana movimenta milhões com shows, venda de discos, publicidade e produtos licenciados. Com uma média de 25 apresentações por mês, já passou por todas as regiões do país.

Na madrugada de quinta, fez participação especial no show de Fernando & Sorocaba no Wood’s, em Balneário Camboriú, sexta-feira tocou em Camboriú e sábado em Florianópolis e  também em Laguna.

Na entrevista a seguir, Luan fala sobre o segredo de tanto sucesso e os planos para 2015. Confira:

No Brasil, há vários talentos do sertanejo universitário – alguns com status meteórico, mas que logo somem das paradas. Você tem fãs que continuam lotando shows, comprando discos e sabendo de cor todas as músicas. Qual é o segredo para manter esse sucesso?

LS – Sempre busco trazer novidade, não gosto do “mesmo”. Me incomoda aquilo que é igual, acredito que o diferente sempre se destaca e meu público vem aprovando isso, graças a Deus. Tudo o que é feito com amor e dedicação já tem meio caminho andado e só tenho a agradecer por tudo o que tem me acontecido até aqui.

Recentemente você fez uma parceria musical com o cantor Enrique Iglesias na canção e no videoclipe de Bailando. De onde surgiu a ideia e como você sente o carinho do público fora do Brasil?

LS – O convite partiu da gravadora dele, a Universal Music. Fiquei muito feliz. Bailando é uma música que ganhou versões em várias línguas, e o Enrique já conhecia meu trabalho por meio de amigos que moravam em Miami. É uma honra saber que o seu trabalho está sendo reconhecido lá fora a ponto de chegar tão longe e parar em um cara tão reconhecido como o Enrique Iglesias.

A canção Cê Topa ficou em primeiro lugar na lista das mais tocadas no Brasil em 2014. Por que as pessoas se identificam tanto com a letra?

LS – Acho bacana a pergunta, porque por trás do ritmo dançante existe uma proposta interessante. Cê Topa fala de um amor que surge da amizade e mais do que isso, dos planos de construir uma família… São dois filhos e um cachorro. Todo ser humano no fundo deseja isso. Esta música me surpreendeu, o Brasil a abraçou.

O ano que passou foi cheio de conquistas na sua carreira. Quais são os planos para 2015?

LS – Acabei de gravar um DVD acústico e foi incrível. Foi meu primeiro projeto intimista, apenas para mil convidados. Uma das experiências mais especiais da minha vida. Não consegui dormir nesse dia, de tão emocionado que fiquei. Não vejo a hora de ver o trabalho pronto e nas lojas. Vai ser um ano de muito trabalho.

 

11
jan

Às 20h30, o som de três badaladas de sino ribombou anunciando o início do show de Luan Santana neste sábado (9), no P12, em Florianópolis. Em seguida, uma voz anunciou:

“Bem-vindo a um novo mundo, onde todos os seus desejos vão se realizar”.

Foi a deixa para os fãs que abarrotavam o local, com capacidade para 4 mil pessoas, entrassem em um estado de histeria que duraria pelos próximos 90 minutos.

O artista chegou à casa às 17h50, vindo de Camboriú, onde havia se apresentado na noite anterior. Seu camarim ficou ao lado do palco, com acesso separado do público apenas por uma grade de ferro.

Confira abaixo, uma pequena entrevista, que a rádio local fez à Luan, durante o evento:

Este será seu primeiro show no P12, mas você já esteve aqui no final de 2012, para assistir a Bob Sinclair. O que você lembra daquele dia?

Luan Santana – Sim, eu vim somente uma vez aqui, de férias. É uma casa exemplar, que promove eventos incríveis. O que a gente sente aqui é muito diferente, na beira da praia, o clima é muito gostoso.

Você já tocou em alguma pool party como a de hoje?

Luan Santana – Nunca, é a primeira vez. Primeira vez no P12.

Com completo domínio de cena, Luan fez todas as mulheres presentes se sentirem a personagem de Nega, namorou em um sofá vermelho em Donzela e ensaiou a dancinha de Lepo Lepo com duas fãs. Mais para o final, lembrou o início de carreira:

“Quando comecei em Campo Grande, uns oito anos atrás, não tinha nada disso. Eram só eu e o violão. As coisas começaram a mudar com isso” – e emendou Meteoro da Paixão .

Hoje, rotulá-lo de sertanejo universitário não reflete a realidade. Luan é um ícone pop que, além do estilo com que se consagrou, lança mão de vinhetas de música eletrônica entre as músicas e, ao vivo, recheia suas composições com batidas de axé e exibe em um telão depoimentos que vão de Zezé di Camargo ao pianista clássico João Carlos Martins. Luan é um artista que veio pra ficar, com certeza, um dos melhores.



Instagram

Facebook

Twitter

Agenda
  • 13
    DEZ
    Luís Eduardo Magalhães/BA
    QUATRO ESTAÇÕES HALL
  • 14
    DEZ
    Brasília/DF
    SOLIDÁRIO BRASÍLIA
  • 15
    DEZ
    Toledo/PR
    67 ANOS DE TOLEDO
  • 22
    DEZ
    São Paulo/SP
    UNIMED HALL
  • 28
    DEZ
    Prado/BA
    REVÉILLON
  • 29
    DEZ
    Salvador/BA
    FESTIVAL VIRADA 2020
  • 30
    DEZ
    Guarujá/SP
    HOTEL JEQUITIMAR
  • 31
    DEZ
    Brasília/DF
    ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS
  • 03
    JAN
    Maceió/AL
    VILLA MIX PRIVATE
  • 10
    JAN
    Caldas Novas/GO
    VERÃO SERTANEJO 10 ANOS
  • 17
    JAN
    Madre de Deus/BA
    MADRE MUSIC
  • 18
    JAN
    Cabedelo/PB
    FEST VERÃO
  • 18
    JAN
    Recife/PE
    30 ANOS OBRA DE MARIA
  • 24
    JAN
    Praia Grande/SP
    ESTAÇÃO VERÃO
  • 25
    JAN
    Rio de Janeiro/RJ
    SPANTA 20
  • 29
    JAN
    Guarabira/PB
    FESTA DA LUZ
  • 31
    JAN
    Xangri-lá/RS
    PLANETA ATLÂNTIDA
  • 01
    FEV
    Florianópolis/SC
    P12
  • 01
    FEV
    Itajaí/SC
    BELVEDERE VERÃO
  • 21
    FEV
    Rio de Janeiro/RJ
    NOSSO CAMAROTE
  • 23
    FEV
    São Paulo/SP
    CARNAVAL DA CIDADE
  • 24
    FEV
    Salvador/BA
    CARNAVALITO
  • 24
    FEV
    Salvador/BA
    CAMAROTE VILLA MIX
  • 22
    MAR
    São Paulo/SP
    CLUBE JUVENTOS
  • Luan Santana Daily Todos os direitos reservados